Para ouvir: eles estão apaixonados!

Que semana feliz pra música!!!! Eu sou fã do Spotify e tenho dificuldade de  lembrar da vida antes dele… Essa semana foi especialmente boa por lá, 3 produtos nacionais, 3 álbuns lindos e vários homens aparentemente apaixonados. Gostosura ouvir os sons apaixonados de corações derretidos, seria injusto não compartilhar isso com o mundo, então resolvi tirar a poeira daqui pra levar amor pra vocês , <3.

cds

01. Esperanza: Eles eram Sabonetes, entraram em uma nova fase e viraram Esperanza no último disco, continuam Esperanza, mas Sabonetes veio visitá-los nesse novo álbum, o “Z”. Eles são de Curitiba (hoje estão em São Paulo), os vi algumas vezes no Sláinte Irish Pub na capital paranaense e anos depois, eles marcaram o início do meu namoro… A primeira roubada que me meti com o Guto foi ir pra estrada com eles, depois foram muitas outras roubadas, mas o som deles marcou pra sempre aquele 2011 e a minha vida. Destaque para as faixas: Perto de mim (1), Vem pra ficar (6) e Constelação (3).

02. Tiago Iorc: há alguns anos já fiz um post sobre ele aqui no blog, quando ele lançou o Umbilical. Depois de dois álbuns cantando em inglês e um misturando o português e o inglês (álbum Zeski), veio o fresquinho “Troco Likes” que assim como o CD do Esperanza, tá transbordaaaando amor e até os corações mais durões vão se derreter. Iorc dispensa comentários, eu adoro a sinceridade com que ele canta, é impossível não se render ao som dele. Destaque para as faixas: Amei te ver (2), Coisa linda (6) e Liberdade ou Solidão (9).

03. Zé Pi: que descoberta maravilhosa!!!! Mês passado ouvi a música dele pela primeira vez em uma rádio em Balneário Camboriú, gravei a música no gravador do celular e fui à caça do autor da música pela internet, mas sem sucesso. Pra minha surpresa, ele lançou o  CD “Rizar” essa semana e ele finalmente revelou-se pra mim quando o Guto estava ouvindo os lançamentos da semana no app de streaming da Apple! Estou apaixonada por esse álbum, as letras, as melodias, a voz, é o casamento perfeito e, mais uma vez, corações derreterão. Destaque para as faixas: Fique à vontade (1) – essa foi a que ouvi no rádio e me apaixonei, Gosto de você (6) e Depois (8) – essa tem a participação de Tulipa Ruiz.

esperanzatiagoiorczepiBom domingo a todos! ❤

Segue lá também: Instagram | Facebook | Twitter

Tiago Iorc, o John Mayer brasileiro.

Nesse fim de semana, passeando pelos canais, caí no programa do Danilo Gentili. Eu não suporto ele e se naquele exato momento, ele não estivesse anunciando o convidado, eu teria mudado de canal.

O convidado era o Tiago Iorc, um cantor e compositor brasileiro de 26 anos que em 2007 fez um super sucesso  no Japão (é, no Japão) e que, apesar de já ter tido músicas em trilhas sonoras de novelas e filmes nacionais, é pouco conhecido aqui no Brasil. Talvez por não cantar sertanejo cantar só em inglês, a popularização tenha ficado mais complicada. Conheci o som dele em 2007 mesmo, a primeira música que ouvi foi Nothing But a Song e se não fosse pelo nome brasileiríssimo, eu nunca desconfiaria que era produto nacional. Sei que ele costuma tocar bastante em Curitiba, onde mora, nada muito grandioso, nada muito intenso.

Um dos highlights dele, é a versão de My Girl (The Temptations) que ele fez (uma das primeiras músicas que ouvi dele):

O título de John Mayer brasileiro não é só meu, é de todo mundo que conhece os dois. O violão e voz suave com letras bonitinhas tornam inevitável a comparação. Ele tem dois CDs, o Let Yourself In e o Umbilical. Nesse segundo, o destaque vai pra Story of a Man, que é linda, fala sobre perder tempo demais julgando, falando, procurando o que nem perdeu, falando de si mesmo, olhando pra si mesmo, ao invés de passar mais tempo apenas fluindo, amando, ouvindo, respeitando e, simplesmente, vivendo.

Olha, eu não sei se ele tem alguma influência sobre a linha dele e coisa e tal ou se ele é muito bem assessorado, mas os produtos são muito bacanas, são de ótimo gosto e são sensíveis, se é que um produto pode ser sensível. A letra letra dessa última música virou até uma linha de canecas que estão à venda na loja virtual dele:

A única vez que o vi cantando em português, foi um cover muito bem escolhido de Los Hermanos, pra quiser checar, tá aqui embaixo também:

Enfim, a dica musical de hoje é essa. É uma pena que o Brasil não seja uma democracia no quesito musical, a gente tem muita coisa de qualidade por aqui, mas infelizmente, as rádios e todos os outros meios de comunicação estão engessados em dois ou três gêneros musicais, o que impede a popularização dessa gente boa… Vou tentar adotar o tema e voltar mais vezes com as dicas. E eu super aceito receber nos comentários também.

Beijo e bom outubro pra vocês!