Solange Knowles: puro estilo!

Gente, eu sei que a diva-mor do mundo é a Beyonce, que todos amam, que ela é linda, rica e poderosa. NO ENTANTO, PORÉM, CONTUDO, ela tem uma irmã de 27 anos, a Solange. Solange, pra mim (desculpa, mundo), superou a diva! Conheci ela há pouco tempo, assistindo o clipe abaixo. A música dela é uma maravilha a parte, amei! Muito mais meu estilo que Beyoncé (desculpa de novo).

Obviamente fui atrás de mais coisas sobre ela e o choque: ela é a pessoa mais estilosa do mundo. Assume o black power com a maior classe possível, se veste de um jeito SUPER autêntico, faz misturas inusitadas e o resultado é sempre positiviamente chocante. Separei uns looks (coisa que foi muito difícil, queria escolher TODOS) pra vocês entenderem o que eu estou falando… Solange, I love you!

foto 1 foto 2 foto 3 foto 4 foto 5 foto 1 foto 3 foto 4 foto 5Vocês entenderam do que eu tô falando? Tem como não achar ela absolutamente demais? E pra finalizar, uma playlist dela pra quem quiser conhecer um pouco mais do som. Com todo esse talento e bom gosto, quem precisa de uma irmã famosa?

Quem já ama a Solange? haha

Beijo, geeente!

Sentido!

Das duas uma: ou a Globo fez um núcleo do exército na novela das 9 porque estava de olho na tendência lá fora e quis ganhar mérito quando a moda chegasse aqui ou ela é visionária. Falo isso porque sempre a Globo lança alguma moda ridícula na novela e que, de repente, toda a sociedade tá usando e amando…

Dessa vez, eu me rendo… E até me perdôo porque não é invenção da Glória Perez… Marc Jacobs e companhia caíram de cabeça na onda army e as coleções outono-inverno que já começaram a chegar por aqui vieram recheadas de camuflados, tons de verde, parkas (ou parcas, como preferirem) e coturnos! Hoje dei uma volta no shopping e MUITAS lojas já estão com as vitrines tomadas pela tendência, eu mesma já me dei duas peças pra entrar na onda… Eu geralmente não costumo gostar dessas modas que aparecem com tudo, mas essa eu estou simpatizando demais, talvez seja porque ela tem tons neutros, além do verde escuro tem muito marrom, bege e preto.

Tá aí pensando em como usar uma calça camuflada sem ficar parecendo o Teo da novela? Eu busquei na internet algumas inspirações pra ajudar a gente!

A estampa camuflada é a maior referência ao exército e eu confesso que peças camufladas estavam na minha lista de peças que homens não podem usar nunca. Sim, a mesma lista da sunga, da regata e dos Crocs. Espero que, sendo mulher, eu esteja perdoada.

foto 3 foto 5-2 foto 1-1 foto 4-2foto 3-2 foto 4foto 3-1Pernas de fora, saltos, camisa aberta com uma blusinha por baixo, vestidos, saias, maquiagem bem feita e acessórios ajudam a suavizar o look, já que as peças dessa onda army são todas pesadas… Pra quem acha o camuflado meio exagerado e ainda não está preparada pra radicalizar, as peças de cores lisas como o cinza chumbo e o verde escuro também já fazem referência à tendência e já conquistaram espaço no meu coração (e armário), hehehe.

foto 5-1 foto 1-2 foto 2-1

Ah, ali em cima tem uma foto de uma menina com a peça e aqui embaixo selecionei mas duas, mas vi várias outras fotos de casacos, jaquetas, parkas verdes com as mangas de couro. E fica a dica de ouro: já vi peças MUITO parecidas na Renner e na Zara hoje. Corram!!

foto 4-1

Betty Autier, acho que todo mundo já sabe, é a blogueira que mais gosto (talvez a única, pra dizer a verdade). Eu gosto dos looks simples e ao mesmo tempo muito estilosos e gosto do fato de ela ser seletiva e não sair por aí de neon da cabeça aos pés só porque alguém disse que tá em alta… Obviamente, fui buscar algo dela com algo que remetesse à essa tendência e tcharãm! Achei! 🙂

foto 5

Como eu já disse ali em cima, os acessórios entram como parte muito importante pra você não parecer um soldado própriamente dito… Customizar as peças também vale! Outra coisa que eu acho importante, mas não sei se realmente eu preciso falar, é que não dá pra misturar duas peças… Uma só tá de bom tamanho pra não pesar muito…foto 2-2 foto 1-3

Betty que me perdoe, mas o prêmio da mais linda desse post vai pra Olivia Palermo… Ficou linda, ficou chique! A referência à moda foi muito sutil, mas Olivia, a gente sabe o porquê de você ter escolhido esse casaco! 😉

foto 1

E o segundo lugar ficou pra essa anônima que eu achei na minha busca pelo Google… Look sImples e lindo!  Não ficou demais? ❤

ps: a leitora Isa disse que a anônima é a Olivia Palermo também… Será? Estou em dúvida ainda…

ps2: eu sabiiiia que não era! A Nathália (@natsgo), pelo twitter, nos ajudou! É a Alexandra e quem quiser ver mais fotos desse mesmo look, tem aqui no blog dela. Adorei ela, em todos os looks a cachorrinha Pepa acompanha! ❤ Amei!

foto 2

Enfim, é isso, meninas…. Espero que vocês tenham gostado da dica pra próxima estação e se não gostaram, finjam que gostaram porque me deu muito trabalho fazer esse post, mesmo que não pareça! haha

Beijos!

Sobre moda!

Ao contrário do que vocês pensaram ao ver o título, eu só fiz esse post pra explicar porque eu quase nunca vou fazer um post sobre moda. Bom, sendo bem direta, como é que eu vou falar sobre moda nos dias atuais se eu acho tudo isso aqui embaixo horroroso?

1 – Não sei de onde apareceram tantas peças de roupa com a bandeira dos Estados Unidos, um país que não tem motivo nenhum pra ser idolatrado, salvo por filmes, músicas e o Ebay, não entendo porque as pessoas vestem a bandeira dos Estados Unidos e são incapazes de vestir uma do Brasil. Tudo errado.

2 – Tudo que tenho pra dizer do bustier é que nem se eu tivesse o corpo da Lana Del Rey e morasse no Caribe, eu usaria essa peça horrorosa que consegue ficar ainda mais medonha quando combinada com as tais das centropeitos hot pants

3 – Spikes, ok, eu acho eles uma graça. Tenho um short com eles, amo uma camisa da minha irmã com eles também, mas se depender dessa galera, daqui uns dias tão fazendo aplicação de spike até na mãe.

4 – Até hoje não entendi porque tá todo mundo amando o Big Bang, acho a coisa mais sem sentido do mundo usar essa estampa em tudo, sem falar que cansa a vista.

5 – Tem o coitado dos óculos espelhados que esqueci até de escrever na foto, mas era cafona até esses dias. Aí apareceu uma panicat no instagram bombando com os óculos e agora todo mundo usa, é mais ou menos isso, não é? Feio.

6 – O coletinho ali é pra falar da moda tie-dye que alguma mãe hippie deve ter explicado pra filha o quão fácil é fazer isso numa camiseta velha e agora são tênis, shorts, camisas, camisetas, vestidos com a estampa hiponga, ok, não é feio, mas pra variar, as pessoas exageram.

7 – Candy colors, não consigo. Acho agoniante ir em um shopping e ver 8342 meninas parecendo algodões doces ambulantes, pra variar, o erro tá na dose.

8 – Mullet Skirt, prefiro não comentar. Essa saia é forçar muito a barra, não dá pra engolir.

9 – Me expliquem o sentido de tirar tecido debaixo e deixar a bunda aparecer pra colocar em cima pra segurar os peitos. Não tem explicação, né? Foi o que eu imaginei…

Claro que tem coisas que acho legais, mas acho sempre só no começo, porque as pessoas são muito sem limites e colocam todas as tendências de uma só vez ao mesmo tempo, dos pés a cabeça e não colocam nem um detalhezinho de si mesmas. O resultado é a impressão de produção em série, parece que tá todo mundo desfilando as roupas de uma mesma loja.

Sem falar que eu sou sem graça, 95% do meu guarda-roupa é feito de peças brancas, pretas, cinzas e marrons, não uso salto, não gosto de esmalte diferente e não leio a Vogue. Não sou referência pra ninguém e nem minha opinião sobre moda deve ser levada em consideração.

Beijos e se você é adepta de alguma das tendências, não se ofenda, não quis ofender. Eu acho tudo certo usar, mas tem que saber dosar.