Eu e a maratona do Oscar: Parte 1

Meus filmes preferidos provavelmente nunca sequer concorreram a algum Oscar (raras exceções), eu geralmente não gosto dos filmes queridinhos de Hollywood, mas POR ALGUMA razão, eu adoro pegar a lista de indicados e tentar ler o máximo que consigo haha eu gosto de ver a festa, todo mundo fantasiado de pinguim e de sonho de valsa esperando os vencedores, gosto de ver a cara dos atores/diretores e saber exatamente o que levou eles até ali. Louca, eu sei. Esse ano eu comecei bem tarde, mas pra uma pessoa que trabalha durante a maior parte do tempo, até que me surpreendi. Dividi um pouco da saga no meu instagram, mas resolvi fazer um post aqui com um resumão pra quem quiser alguma dica de filme ou simplesmente pra se situar sobre quem está concorrendo.

Enquanto escrevia o post, achei que fosse mais prudente dividir…  Vou fazer uma série de posts com 5 filmes em cada, ok? Achei melhor porque tava ficando grande demais e são muitos filmes, vou continuar mesmo depois da premiação que vai ser no domingo, dia 22.

01. Boyhood

Pontos altos: ter demorado DOZE anos pra ser filmado e acompanhar o crescimento de uma criança desde os 6 até os 18 anos, é uma sensação bem diferente acompanhar o envelhecimento dos personagens de forma natural.A música Hero da banda Family of The Year que descobri numa cena do filme e ó: <3. Outro ponto alto? Ethan Hawke, sou fã!

ellar-coltrane-boyhood

OK que tem gente que justamente diz que a não-história é o que dá graça ao filme, o filme não tem história, é simplesmente a vida e os dramas dela, sob o ponto de vista da mãe, do pai, padrasto, irmã e, claro, o menino. Tipo de coisa que eu gosto nos meus filmes preferidos, mas acho fraco pra Oscar, mas ele tem os doze anos a favor dele.

Categorias que está concorrendo? Melhor filme, melhor ator coadjuvante, melhor atriz coadjuvante, melhor diretor, melhor roteiro original, melhor edição

Outros filmes do mesmo diretor (Richard Linklater) que valem a sentada no sofá: Waking Life (filme de ver e rever e ver de novo muitas vezes), Antes do Amanhecer/Antes do Pôr do Sol/ Antes da Meia-noite (trilogia LINDA)

02. Sniper Americano

Pontos altos: a atuação do Bradley Cooper e uma cena específica que dura um tempo considerável e só se vê poeira, achei sensacional. E não posso deixar de falar Da Sienna Miller que está estupidamente maravilhosa morena nesse filme!

N07A6557.dng

Filme de guerra americano, baseado em uma história real, mas não me pegou… Achei muito Clint Eastwood clichê e não gosto muito do fato de um atirador ser tido como herói por matar 255 pessoas (160 delas oficializadas pelo pentágono) na guerra do Iraque 🙂 mas o filme fala sobre o peso de ser esse herói também.

Pior do filme: um bebê DE PLÁSTICO e a glorificação do soldado americano que zzZzzZzZ.

Categorias que está concorrendo? Melhor filme, melhor ator, melhor roteiro adaptado, melhor edição, melhor edição de som e melhor mixagem de som.

03. Birdman

Pontos altos: o filme quase todo em plano-sequência (sem corte), a fotografia e o Edward Norton.

tumblr_niejlhKsmn1u8t8lco1_500

giphy

O filme serial genial, não fosse o fim (e o cara voar também é super desnecessário). Eu teria terminado alguns minutos antes, não vou ser mais específica pra não ser a spoiler da rodada (mas quem quiser conversar sobre, comenta aqui que eu respondo nos comentários também – quem não viu ainda vai ter opção de ler ou não). O filme é sobre um ator que, no passado, foi o herói Birdman no cinema e um fenômeno na época. Ele não quer mais viver à sombra desse personagem (que continua o atormentando através da sua consciência, digamos que o Birdman é o alter-ego do ator)  e tenta lançar uma peça na broadway e tenta lidar com as redes sociais, as críticas, as inseguranças, as dívidas e a relação conturbada com sua filha por causa da ausência que Birdman causou na criação dela.

Categorias que está concorrendo? Melhor filme, melhor diretor, melhor ator, melhor ator coadjuvante, melhor atriz, coadjuvante, melhor roteiro original, melhor fotografia, melhor edição de som, melhor mixagem de som

Outros filmes do mesmo diretor que valem a sentada no sofá: 21 gramas, Babel e Amores Perros.

04. O Grande Hotel Budapeste

Pontos altos: A FOTOGRAFIA – cada take é uma foto e cada foto é uma foto BOA, a narração e os cenários/figurinos (que ajudam a compor a fotografia impecável). Gosto também do elenco PESADO e todinho coadjuvante haha Bill Murray, Jude Law, Edward Norton, Owen Wilson, entre outros.

3712244-4735684681-The-G

O filme se passa em 1932 e narra a história de um gerente de hotel e um mensageiro iniciante que se tornam amigos e passam por aventuras como o roubo de um quadro valioso e a disputa pela fortuna de uma senhora e como a primeira a guerra transformou o ambiente europeu.

Categorias que está concorrendo? Melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro original, melhor fotografia, melhor edição, melhor design de produção, melhor figurino, melhor maquiagem e cabelo e melhor trilha sonora.

Outros filmes do mesmo diretor (Wes Anderson) que valem a sentada no sofá: Os Tenenbaums e A Vida Marinha com Steve Zissou.

05. A Teoria de Tudo

Pontos Altos: a história ser REAL, a atuação do Eddie Redmayne e as roupas da Felicity Jones haha

TheTheoryOfEverythingPoster-01

O filme é sobre a história do físico Stephen Hawking que aos 24 anos foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA, uma doença degenerativa que ganhou notoriedade com o desafio do balde de água para arrecadar doações, lembram?). Na época (1966) ele estava no meio do seu doutorado, estava conhecendo Jane e ouviu de um médico que só viveria mais dois anos. É sensacional ver o que a Jane encarou ao lado dele, o que ele contribuiu para a física e a capacidade das pessoas envolvidas na história dele de não se deixarem abalar ou desistir pela situação aparentemente limitadora. Super emocionante, vale muito a pena assistir!

Categorias que está concorrendo? Melhor filme, melhor ator, melhor atriz, melhor roteiro adaptado e melhor trilha sonora

Em breve volto com mais 5! 🙂 Lembrando que eu não sou nenhuma profissional do mercado cinematográfico, escrevo aqui somente minhas impressões pessoais sobre os filmes que vi e a análise, se é que dá pra chamar de análise, é feita unicamente com base no meu olhar espectador que assiste aos filmes por pura diversão. OK? OK.

O que ficou de Robin Williams

11 de agosto de 2014, o dia em que boa parte das pessoas ao redor do mundo inteiro ficaram, no mínimo, chateadas. Robin Williams foi encontrado morto em seu apartamento com um cinto em volta do pescoço, o que fez com que a morte rapidamente fosse noticiada como suicídio. Logo ele que fez tanta gente sorrir com seus tantos personagens! Robin tinha 63 anos e um histórico de uso de drogas, álcool, reabilitações e estava em um quadro grave de depressão… É triste demais pensar que a pessoa que era referência de sorrisos pra MUITAS pessoas foi capaz de tirar a própria vida. A gente não sabe nada sobre ninguém, a gente julga demais, imagina aos montes e sabe nada de verdade.

Robin_Williams-Esquire

Pra não passar em branco, resolvi deixar aqui algumas dicas de filmes dele que valem a pena ver pra que ele fique lembrado pela qualidade dos seus personagens e pelo dom da representação e um pouco da minha “história” com seus filmes. O filme com Robin que mais assisti na vida foi Mrs. Doubtfire (Uma Babá Quase Perfeita) de 1993, assisti incontáveis vezes e gargalhei em todas, a infância é aquela época em que a gente não consegue fazer nada legal uma vez só, infância é repetição e esse filme foi mais que repetido me fazendo muito feliz todas as vezes.

tumblr_m28exxAlTz1qdojzho1_500

Outro filme que marcou minha infância foi Jumanji de 1995:

868i12v

Em 1997, ele foi Mel (o fora de foco) em um filme que viria a ser, anos mais tarde, um dos meus filmes preferidos do meu diretor preferido: Deconstructing Harry do Woody Allen

bannerimage06

Em o Gênio Indomável, também de 1997, ele é Sean, o analista do gênio em matemática interpretado por Matt Damon. Esse filme vale a pena, rendeu Oscar ao Robin e levou melhor roteiro também. Um dos melhores papéis dele, sem dúvida!

tumblr_m3bs9mf1ns1rtgfeuo1_500

I4Inc9D

Patch Adams – o amor é contagioso, 1998: seu personagem foi internado em um clínica psiquiátrica depois de tentar suicídio e descobre que pode ajudar muitas pessoas com o bom humor, mais tarde entra pra faculdade de medicina e quer ajudar seus pacientes com um remédio básico em todos os tratamentos: a alegria!

Patch-AdamsPatch-Adams-quotes

No mesmo ano de Patch Adams, ele fez o lindo Amor Além da Vida, filme lindo! E irônico lembrando hoje. Ele e a mulher perderam dois filhos em um acidente, mesmo muito abalados, eles conseguem seguir em frente, mas 4 anos depois ele também sofre um acidente e morre, enquanto ele está tentando entender pra onde foi e aproveitando o paraíso, sua mulher na Terra não aguenta as perdas e acaba se suicidando, mas os suicidas não vão para o mesmo lugar e Chris, personagem de Robin, tenta encontrá-la mesmo sabendo que o encontro pode não sair como o esperado, já que ela não poderia o reconhecer.

tumblr_mfwt69HPvj1rket8to1_500Em 2007, em O Som do Coração, ele interpreta o aproveitador Wizard. Esse filme eu recomendo pra todo mundo, filme lindo sobre o poder da música! ❤

August Rush

Robin ainda foi o professor da gosma verde em Flubber e emprestou a voz pro Gênio do Aladdin, para o robô Fender em Robôs, Dr. Know de Inteligência Artificial e pro pinguim Ramon em Happy Feet, além de ter interpretado o professor nada convencional John Keating em Sociedade dos Poetas Mortos em 1989, um dos primeiros personagens marcantes de Robin Williams.

10599506_523632977767535_7949432847757541689_nShPn9a6
5.0.2Temos muitos motivos pra lembrar pra sempre de Robin Williams, marcou várias gerações e será lembrado por várias outras.

Vá em paz ❤