a arte de ser mais ou menos

Quase 32 anos me sentindo mais ou menos. Ah, é isso… uma amiga mais ou menos, uma namorada mais ou menos, uma aluna mais ou menos, uma filha mais ou menos, uma profissional mais ou menos, uma irmã mais ou menos, uma chefe, mais ou menos, um ser humano mais ou menos que faz coisas mais ou menos.  E o que é doido: quase orgulhosa por ser mais ou menos, porque em um mundo de tanta tanta gente menos, não preciso ser mais! Mais ou menos resolve, passa na média.

Nunca fui a mais feia da escola, mas muuuito longe de ser a mais bonita, era a mais ou menos. Sempre entreguei meus trabalhos, mas sempre com aquela sensação de que entreguei mais ou menos. Não sou super engraçada, mas tenho lá meu senso de humor… mais ou menos engraçada. Na hora de me vestir, não sou cafona, mas não sou estilosa, sou mais ou menos. Nem alta ou baixa eu sou… nem magra ou gorda, nem meu olho é claro ou escuro. É tudo mais ou menos mesmo. Tenho um gosto mais ou menos bom, sou mais ou menos legal, sou mais ou menos uma boa companhia. Sou mais ou menos organizada, tirei notas mais ou menos na escola e na faculdade, entrego mais ou menos bons projetos. Longe de ser medíocre, mas nada perto de ser brilhante.

ilustração: Liza Rusalskaya

Vivi confortavelmente até aqui sendo essa coisa nada demais, mas me preocupando com a hora que vou me encher o saco e querer desesperadamente ser incrível em algo. Sabe? Uma sensação de que eu fui sensacional em algum momento. Esse sentimento de ser mediana hoje não é um problema, é um lugar confortável e que me permite observar… e mudar. Quando uma pessoa mais ou menos muda, ninguém se choca, é ótimo! E eu não preciso explicar muita coisa pra ninguém. Eu gosto desse lugar, mesmo! Por enquanto eu gosto. Nele eu não surpreendo muita gente, verdade, mas eu também não decepciono. É aqui no meio termo que eu vou vendo onde queria ser melhor e vou tentando. Tentando ver o copo meio cheio aqui: quem é nota 7, tem várias chances de melhorar. Quem é nota 10 só pode piorar.

Claro, muitas vezes na minha vida encontrei pessoas na vida pessoal ou profissional que me disseram que fui incrível. Discordei convicta! Essas pessoas estavam erradas, eu só tinha sido mais ou menos. De novo. Muita dificuldade em receber um elogio que me tirasse da média. A vida toda. Passei também por momentos em que disseram que fui ruim em algo que eu me achava mais ou menos? Sim também. Discordei também. Poxa, ruim não… eu fui só mais ou menos.

Eu não tô reclamando, nem pedindo elogios. Eu reconheço várias das minhas qualidades e dos meus defeitos, tá tudo bem quanto a isso. Não sou uma sabotadora de mim mesma, eu só tô aqui transitando livremente entre o patético e o impressionante e sendo o que eu quiser. Quase sempre longe dos holofotes porque as pessoas gostam mesmo é de falar da vida de gente escrota e de gente foda, ninguém perde tempo comentando vida de gente mais ou menos. A liberdade do mais ou menos é maravilhosa e eu aproveito ao máximo! Vou, volto, insisto, desisto, mudo, ouso, fico, questiono, melhoro, pioro e vou caminhando pra onde eu quero ir, se é que eu sei pra onde quero ir.

Um dia eu devo acordar com a sensação de ter sido ou feito algo incrível, mas enquanto isso… sigo no conforto de ser incrivelmente mais ou menos.

Segue lá também: YouTube | Instagram | Facebook | Twitter

 

Indicados ao Oscar 2018 (com download de planilha!)

Aeeee! Chegou aquele dia do ano que sai a lista do Oscar e a gente perde a vida social por 40 dias haha esse ano não será diferente. A Forma da Água foi o destaque com TREZE indicações, logo depois teve Dunkirk com 8 indicações e Trama Fantasma, Três Anúncios Para um Crime e O Destino de uma Nação empataram em terceiro lugar com 6 indicações cada um. Aí vai a lista pra quem interessar possa.

movies

Melhor Filme

  • Me Chame pelo Seu Nome
  • Dunkirk
  • Destino de Uma Nação
  • Corra!
  • The Post
  • Lady Bird, É Hora de Voar
  • A Forma da Água
  • Trama Fantasma
  • Três Anúncios para Um Crime

Melhor Diretor

  • Guillermo Del Toro – A Forma da Água
  • Christopher Nolan – Dunkirk
  • Paul Thomas Anderson – Trama Fantasma
  • Greta Gerwig – Lady Bird, É Hora de Voar
  • Jordan Peele – Corra!

Melhor Atriz

  • Sally Hawkins – A Forma da Água
  • Frances McDormand – Três Anúncios para Um Crime
  • Meryl Streep – The Post
  • Margot Robbie – Eu, Tonya
  • Saoirse Ronan – Lady Bird, É Hora de Voar

Melhor Ator

  • Timothée Chalamet – Me Chame Pelo Seu Nome
  • Daniel Kaluuya – Corra!
  • Gary Oldman – O Destino de Uma Nação
  • Denzel Washington – Roman J. Israel
  • Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma

Melhor Ator Coadjuvante

  • Willem Dafoe – Projeto Flórida
  • Richard Jenkins – A Forma da Água
  • Christopher Plummer – Todo o Dinheiro do Mundo
  • Sam Rockwell – Três Anúncios para Um Crime
  • Woody Harrelson – Três Anúncios para um Crime

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Mary J. Blidge – Mudbound
  • Leslie Manville – Trama Fantasma
  • Alison Janney – Eu, Tonya
  • Laurie Metcalf – Lady Bird, é hora de voar
  • Octavia Spencer – A Forma da Água

Melhor Roteiro Original

  • Doentes de Amor
  • Corra!
  • Três Anúncios para Um Crime
  • Lady Bird, É Hora de Voar
  • A Forma da Água

Melhor Roteiro Adaptado

  • Me Chame pelo Seu Nome
  • O Artista do Desastre
  • Logan
  • A Grande Jogada
  • Mudbound

Melhor Animação

  • O Poderoso Chefinho
  • The Breadwinner
  • Viva – A Vida é uma Festa
  • O Touro Ferdinando
  • Com Amor, Van Gogh

Melhor Filme Estrangeiro

  • A Fantastic Woman
  • The Insult
  • Loveless
  • Body and Soul
  • The Square

Melhor Curta-Metragem

  • DeKalb Elementary
  • The Eleven O’Clock
  • My Nephew Emmett
  • The Silent Child
  • Watu Wote

Melhor Direção de Arte

  • Dunkirk
  • A Forma da Água
  • Blade Runner 2049
  • Destino de uma nação

Melhor Curta em Animação

  • Dear Basketball
  • Garden Party
  • Lou
  • Negative Space
  • Revolting Rhymes

Melhor Fotografia

  • Dunkirk
  • Forma da Água
  • Blade Runner 2049
  • Mudbound
  • Destino de Uma Nação

Melhor Figurino

  • A Bela e a Fera
  • Destino de Uma Nação
  • Forma da Água
  • Victoria e Abdul
  • Trama Fantasma

Melhor Maquiagem e Cabelo

  • Extraordinário
  • Destino de uma Nação
  • Victoria e Abdul

Melhor Mixagem de Som

  • Baby Driver
  • Blade Runner 2049
  • Forma da Água
  • Star Wars: O Último Jedi
  • Dunkirk

Melhor Edição de Som

  • Baby Driver
  • Blade Runner 2049
  • Forma da Água
  • Star Wars: O Último Jedi
  • Dunkirk

Melhores Efeitos Visuais

  • Blade Runner 2049
  • Guardiões da Galáxia vol 2
  • Planeta dos Macacos – A Guerra
  • Star Wars: O Último Jedi
  • Kong: A Ilha da Caveira

Melhor Edição

  • Baby Driver
  • Eu, Tonya
  • Três Anúncios para um Crime
  • Dunkirk
  • A Forma da Água

Melhor Trilha Sonora

  • Três Anúncios para Um Crime
  • A Forma da Água
  • Trama Fantasma
  • Star Wars: O Último Jedi
  • Dunkirk

Melhor Canção Original

  • Rememeber Me – Viva, a Vida é Uma Festa
  • Mighty River – Mudbound
  • Mystery of Love – Me Chame pelo Seu Nome
  • Stand Up for Something – Marsahll
  • This is Me – O Rei do Show

Melhor Documentário

  • Abacus: Small Enough to Jail
  • Faces Places
  • Icarus
  • Last Man in Aleppo
  • Strong Island

Melhor Documentário em Curta

  • Edith and Eddy
  • Heaven is a Traffic Jam on the 405
  • Heroine
  • Traffic Stop
  • Night Skills

Nesse ano fiz uma planilhinha pra quem quiser imprimir e ir marcando os filmes que já viu. Vamos juntos? Baixe aqui. Vou começar pela categoria principal pra já ir eliminando vários indicados das outras categorias. Que os jogos comecem!

Segue lá também: YouTube | Instagram | Facebook | Twitter

 

 

 

 

 

Quem são vocês?

Tenho MUITA curiosidade sobre os leitores do blog. Vocês podem me fazer um favor? Comentem aqui dizendo de que cidade são e qual a idade? Tem uma utilidade, prometo.

Obrigada, beijo tchau!

🙂 🙂 🙂