Rolê Cafeína #4 Por um Punhado de Dólares

Aeee! Edição #4 do Rolê mais legal do meu mundo no ar! haha e já devo dizer que esse foi meu preferido até agora. Meu preferido por todo o conjunto da obra… O nome, que é também o nome de um filme do Clint Eastwood, não é exatamente uma homenagem à produção. Foi só o nome que veio aos sócios na hora que decidiram juntar suas paixões pra ganhar dinheiro. A ideia era montar um lugar legal pra tomar café e beber cerveja com preço justo em uma região democrática. Assim nasceu o PPD que fica no centro da cidade (pertinho da praça Roosevelt), longe dos points hipsters da cidade.

IMG_9665

IMG_9656

O que eu mais gostei por lá foi justamente o fato de ficar MUITO claro que eles fazem o que gostam e acreditam e dane-se o que os outros pensam. Aliás, o café deles (com a torra escura e um pouco mais amargo que a maioria aprova) leva o nome de “fuckcoffee” porque quem reclamar do amargo, provavelmente vai ouvir um “foda-se, a gente gosta”. Bom, eu gostei tanto de lá que fui em um dia pra conhecer e registrar pro Rolê Cafeína e voltei no dia seguinte pra comer outras coisas do cardápio.

IMG_9663

IMG_9661

Eu pedi um bolo de cenoura e um cappuccino, o César pediu o “Chapado”, chá gelado que vai maracujá, camomila, hortelã e mel e um bolinho de chocolate com café e cobertura de ganache.  Bom, TUDO foi de comer/tomar com uma lágrima escorrendo de tão maravilhoso. O chá é surreal, tentamos reproduzir em casa e obviamente ficou muito longe do original! O preço  de tudo é super justo, o público é super variado, o ambiente é super aconchegante e o atendimento é ótimo!

PPD02

Afff, saudade de todos os itens dessa foto.

Afff, saudade de todos os itens dessa foto.

Close no bolinho de chocolate com café e cobertura de ganache porque esse merece

Close no bolinho de chocolate com café e cobertura de ganache porque esse merece

Uma das coisas que mais gostei do PPD, é que ele abre de segunda à sábado das 10 da manhã às 10 da noite e não servem só café. No dia seguinte do rolê, voltei e comi um sanduíche de abobrinha que também valeu cada centavo. Eles servem drinks, vinhos e têm uma seleção bem legal de rótulos de cerveja. Tem wi-fi e é o café com mais lugares do Rolê até agora.

O cardápio é na parede e o pedido é no balcão, menos é mais.

O cardápio é na parede e o pedido é no balcão, menos é mais.

PPD 09

Uma coisa que acho importante falar: eu não dou muita opinião sobre os grãos, aromas e coisas mais técnicas dos cafés que tenho ido porque eu não sou barista, não sou uma grande entendedora, só sou uma apaixonada por café na forma mais amadora possível. Da mesma forma que amo vinho, mas não sei dar opiniões muito específicas porque sei que pessoas estudam pra poder dar opiniões. Então só sei dividir entre “gosto” e “não gosto”. A ideia não é julgar nenhum café de nenhum lugar e sim apresentar lugares que conheci e gostei nessa São Paulo gigante de meu Deus. Desculpem se alguém se decepcionou com a falta de técnica, mas não tenho conhecimento pra isso e nem essa é a intenção. Combinado? ❤

PPD 05

O PPD fica na Rua Nestor Pestana, 115 – Consolação. Abre de segunda à sexta das 10h às 22h.

Se forem, me contem como foi e se amaram tanto quanto eu!

Todas as fotos por César Ovalle

Segue lá também: YouTubeInstagram | Facebook | Twitter

Rolê Cafeína #3 King of the Fork

Terceira edição do Rolê Cafeína foi no King of the Fork, no coração de Pinheiros! O café foi todo idealizado para o público ciclista, mas eu que mal consigo andar uma linha reta equilibrada em  uma bicicleta, entrei pro clube dos apaixonados por esse lugarzinho. Não é justo que o cookie e o pão de queijo deles fique só entre os ciclistas haha

IMG_9478

Em meio à luvas, selins e os mais variados itens relativos ao ciclismo, tem um balcão cheio de delícias. Como sempre, preciso eleger o que comer com muita dor por não poder provar tudo. Todo mundo que foi antes de mim, me alertava quanto ao cookie, então fui confirmar os boatos e ele é tudo o que falam e um pouco mais. É quase um muffin de tão generoso. Comi ele quentinho… E o pão de queijo, affff ❤

Um minuto de silêncio.

Um minuto de silêncio.

IMG_9436

Uma refeição que parece abraço: café da manhã.

Uma refeição que parece abraço: café da manhã.

Pausa pro meu look de bolinhas

Pausa pro meu look de bolinhas

IMG_9444

Ando apaixonada pelas trilhas sonoras dos cafés que tenho ido, no KOF tava tocando Kings Of Convenience. O lugar é aconchegante e além das mesas da frente e de dentro, ainda tem um lugarzinho ao ar livre nos fundos… A temática tá presente em todos os detalhes, mas o lugar é muito receptivo com todas as tribos. O wi-fi é liberado, mas pedem que quem for pra ficar no notebook, fique nos balcões pra dar espaço nas mesas pra quem for comer.  Lá, além de acessórios pra sua bike, ainda pode comprar cafeteiras, grãos, canecas, chocolates e até cadernos de marcas locais.

KOF4

IMG_9433

KOF3

IMG_9473

IMG_9475

IMG_9469

KOF4

KOF5

Claro que tem um estacionamento de bicicletas na frente do KOF! E quando forem lá, se forem, recomendo que depois ou antes façam um rolê pelo bairro. Pinheiros é uma delícia! E pra conhecer tem que andar a pé, são muitas ruas, lojas, cafés e lugarzinhos pra se apaixonar.

O KOF fica aberto de segunda à sexta das 10h às 20h e no sábado das 9h às 18h. Fica na Artur de Azevedo, 1317. Se for de metrô, desça na estação Fradique Coutinho da linha amarela.

Em breve o Rolê Cafeína #4 aparece por aqui! Se tiverem alguma sugestão de cafézinho aqui por São Paulo, me avisem que vou correndo.

Todas as fotos: César Ovalle.

Segue lá também: Instagram | Facebook | Twitter

Rolê Cafeína #2 Torra Clara

TC 02

Vou transformar esse blog em um blog de café já já haha se tem uma coisa que eu AMO, essa coisa é perder umas horinhas e uns reaizinhos dentro de cafés. Fazer o Rolê Cafeína virou a desculpa perfeita pra ir cada semana em um diferente. O segundo rolê foi em um café que já fui algumas vezes porque eu trabalhava lá pertinho. O Torra Clara fica na Oscar Freire, muito pertinho do metrô Sumaré (linha verde). Fomos num dia super frio e deu vontade de morar lá dentro.

IMG_8887

IMG_8905

IMG_8937

Pedi um café Chamex que serve facilmente duas pessoas, exagerei e acabei deixando um pouco. O Cesinha um mocaccino e dividimos um bolo de fubá cremoso que era de chorar! Sério. Já desejamos ele de novo umas duas vezes depois do rolê, valeu cada garfada. Além de bolos, eles servem waffles, pães de queijo e mais um monte de comfy food pra acompanhar os cafés que também têm trocentas variações de preparo e grãos. Ainda pra finalizar o Cesinha pediu um sorvete da Delicari, tem uma geladeirinha muito fofa deles lá.

IMG_8935

TC 03

IMG_8928

O café tem wi-fi e tomadas próximas a cada uma das mesas que são 4. Além das mesas, ainda é possível sentar no balcão de atendimento e no balcãozinho da porta de vidro da entrada. Bom, acho importante mencionar que eu estava tocando Belle & Sebastian quando estávamos lá! Eles têm também grãos à venda e cafeteiras de vários tipos… Fomos atendidos por uma das donas e a presença dela é um dos fatores que elevam a qualidade do atendimento e serviço.

TC 01

IMG_8944

IMG_8938

Sim, gente, muitas fotos. Muitos cliques. Muito amor. Impossível economizar nos registros! Tão fotogênico os café tudo. ❤

Todas as fotos do César Ovalle.

 Segue lá também: Instagram | Facebook | Twitter

Rolê Cafeína #1 Beluga Café

Bom, quem me conhece das outras redes já sabe que eu não resisto a um cafézinho… Ultimamente tenho me deparado com muitos cafés aqui por São Paulo que, além de servirem cafés deliciosos, ainda são um aconchego só! Decidi fazer um tour por esses cafés pra registrar e dividir com vocês. A lista é grande! Comecei o “Rolê Cafeína” (nome dado pelo Cesinha haha) pelo Beluga, que fica na Vila Buarque. Não me responsabilizo se no final do post vocês estiverem se tremendo de vontade de um lanchinho!

Beluga 01

Rua Doutor Cesário Mota Júnior, 379 – Vila Buarque – São Paulo – SP

Beluga 02

IMG_8641

Meu pedido: um mocha e uma fatia de bolo de limão siciliano com blueberry

O café tem menos de dois anos e é muito simples em todos os aspectos. Poucos funcionários – só dois quando fui. Cardápio enxuto, mas aparentemente todo delicioso – meu bolo tava de comer ajoelhada e agradecendo. O mocha foi especial, recomento que tomem um dia! Tem gosto de chocolate suíço, SÉRIO. Poucas mesas de dois lugares e duas mesas compridas pra ir com mais gente ou simplesmente dividir com desconhecidos.

IMG_8657

IMG_8656

Muita gente vai lá não só pra tomar um café e continuar o dia, apesar do tamanho pequeno, o pessoal gostou de fazer do Beluga um ponto de encontro pra reuniões. Duas estavam rolando quando eu fui. Além dos cafés, eles têm alguns rótulos de cerveja – inclusive japonês, refrigerantes orgânicos, sucos orgânicos e o baer-mate.

IMG_8660

Os cafés são preparados diante dos nossos olhos, mas como eles não têm cozinha, as comidinhas vêm de fornecedores muito bem selecionados pelos sócios (um jornalista e um publicitário). Pretendo voltar muitas vezes ainda, deu vontade de tomar todos os cafés e comer todas as comidinhas, mas tenho uma lista grande pra visitar antes de voltar nele, né? Esse “Rolê Cafeína” promete ir longe…

IMG_8652

Eles têm alguns itens à venda por lá, todos relacionados a café, claro. Cafeteiras, prensas, grãos… Mas o que eu mais queria não estava à venda – claro! – sou boa nisso. Mas já descobri a origem dos vasinhos de concreto que ganharam meu coração (❤ )! São da Gypso e eu vou providenciar um pra mim logo logo haha

IMG_8653 02

Beluga é daqueles lugares que é impossível ir uma vez só…

fotos: César Ovalle

Segue lá também: Instagram | Facebook | Twitter

Festival Path: inovação e criatividade

PATH LOGONesse fim de semana, nos dias 14 e 15 de maio, vai rolar a quarta edição Path (um festival de inovação e criatividade) aqui em São Paulo que tem como objetivo inspirar todas as pessoas interessadas em inovar a forma de pensar e agir. À convite da cerveja Sol, patrocinadora master do evento, vou conferir os dois dias de programação que são mais difíceis de lidar que line-up de festival de música. Por quê? Porque são mais de 300 horas de conteúdo em apenas dois dias, são palestras, rodadas de negócios, shows, feira de Start Ups, feira de robótica, exposição de arte… Praticamente um parque de diversões!

O evento rola no Instituto Tomie Ohtake e nos arredores, no bairro de Pinheiros. As palestras acontecem, além de no Instituto, também no Teatro da Cultura Inglesa, na FNAC, no Museu A CASA, no Lapa 40º e no Centro Cultural Rio Verde. Já os 26 shows, se dividirão em 3 lugares e categorias:

  • Músicos de rua se apresentarão no Palco Sol (Praça dos Omaguás)
  • Som alternativo rolará no Palco Spotify (Praça Prof. Resende Puech)
  • Música contemporânea vai preencher a programação do Palco Principal

Os shows das praças serão gratuitos (\o/)

Continuar lendo