As ilustrações de Denise Nestor

Denise Nestor é uma ilustradora irlandesa e eu não tenho maiores detalhes técnicos pra dar sobre a arte dela porque sou leiga no assunto, tudo que sei é que me enchem os olhos e me impressionam pela realidade dos traços!

Talvez, só talvez, ela tenha uma obsessão por coelhos e por listras. O que acham?

url-1

 

Hariana responde: onde comprou?

Oi, pessoal, boa noite!

Tudo bem? 🙂

Bom, voltando ao “Hariana Responde”, hoje escolhi só algumas fotos do Instagram que me perguntaram onde comprei algo que estava nela, ok? Claro que muita coisa já comprei há mais tempo e vai ser difícil de achar, mas acho que já vale a dica de onde achei, vai que tem coisa nova e bonita também né?

IMG_1772

Começando por essa, nada mais justo, já que essa semana passei inteirinha em função da mudança… Mudar de casa é sempre muito mais trabalhoso do que a gente prevê. Bom, vamos lá:

01. O quadro eu comprei na Urban Arts, pra quem não conhece, a UA é uma galeria digital que trabalha com a arte de mais de 1000 artistas, entre fotógrafos, designers e ilustradores. É muito legal, dá pra viajar por horas no site ou nas lojas físicas. Esse quadro é da artista Desirée Feldmann, comprei na loja da Oscar Freire e pedi uma moldura rococó branca (não sei o nome profissional desse tipo de moldura haha) e em 10 dias fui buscar, é meu xodó! ❤

02. Esse gaveteiro fez o maior sucesso, vocês nem acreditam que ele é do Zaffari! haha sim, comprei no supermercado! Paguei R$ 99,00 nessa fofura que em qualquer loja de decoração mais moderninha seria, no mínimo, o dobro! Até tentei procurar algo parecido na internet pra indicar aqui, mas não encontrei 😦

03. Esse “rack” veio da outra casa, mas na outra casa era uma estante vertical de 6 nichos… Como minha cama é daquelas bem baixinhas tipo japonesas, achei que deitar a estante deixaria o ambiente mais harmonioso e ó: acertei! Comprei na Tok&Stok há uns 2 anos e achei pra vender ainda, aqui ó.

IMG_1778

Nessas duas fotos me perguntaram de onde eram as camisetas. As duas são da mesma marca: Veep. Comprei numa lojinha que esqueci o nome na Rua Augusta aqui em São Paulo, maaas achei as duas aqui na internê! A raglan aqui e a cinza dos Muppets aqui (sim, eu compro camisetas masculinas). Obrigada, por nada.

IMG_1797

A Sandália é da Melissa, modelo flox. Aqui você acha todas as cores, tem também o modelo Melissa Flox de salto alto, mas aí não é minha praia 🙂 me perguntaram se não é desconfortável ou muito pesada. Pra mim ela é MARAVILHOSA! Super confortável, ando horas com ela numa boa…

O vestido da foto é da loja Khelf e como já faz um tempinho considerável que comprei, acho que não vão mais encontrar, mas dá uma olhadinha no site deles, vai que acha algo parecido… E o tênis é o tênisa maaais confortável que já usei na vida! Juro! O modelo é o Roshe Flyknit da Nike, não achei exatamente a mesma cor no site, mas tem outras cores lindas aqui.

IMG_1798

Já falei algumas vezes que sou apaixonada pelo cartunista argentino Ricardo Liniers e todos os personagens da série Macanudo dele, né? Lembram desse post aqui? Eu tenho várias coisas dos personagens deles e toda vez sempre me perguntam onde comprei, pois bem, elas são todas de Buenos Aires 😦 o nome da loja é Monoblock e qualquer fã do Liniers que entra nessa loja SURTA. Se tiver com passagem marcada para Buenos Aires, já coloca como prioridade, se não estiver coloca como prioridade também e vai dando uma olhadinha na loja virtual deles pra sentir um pouquinho do drama que é essa loja. Vontade de comprar tudo!!

IMG_1779

A rasteirinha de oncinha fez o maior sucesso quando postei!! haha eu sou apaixonada por ela assim como sou pela minha Melissa Flox e eu acho muito engraçado que os dois calçados tenham causado tanto frisson porque são justamente os dois calçados do meu guarda-roupa que meu namorado mais abomina! É, gente, mulher não se veste pra homem mesmo, né? Bom, pelo menos eu não. Enfim, eu comprei ela na Dafiti, mas fui procurar e não encontrei mais… Em compensação, achei vários modelos similares por lá e que com certeza vocês vão gostar – eu mesma tive que me controlar pra não comprar mais uma.

A camiseta do Johnny Cash também fez sucesso – amo ele! E pasmem, pessoas, comprei ela na RENNER! Nunca vou entender o que essa camiseta tava fazendo lá, mas eu garanti a minha. As roupas por lá mudam bastante, então realmente não tem mais… Mas é fácil de achar similares. Essa aqui é bem parecida.

O moletom da direita é, obviamente, da Adidas. Perguntaram se vende nas lojas físicas e a resposta é: vende, já vi… Mas comprei o meu pela internet 🙂 quanto ao tênis, poucas mulheres resistem à ele haha é da Vans, cano médio e cheio de margaridas, na lateral tem escrito “he loves me, he loves me not“. Comprei há uns dois anos na Loja Vírus pela internet, mas não tem mais 😦 achei aqui, mas vale dizer que eu nunca ouvi falar nessa loja e nem tenho qualquer referência dela, ok?

IMG_1796

O Timão e o Pumba fizeram sucesso assim como quase todo bonequinho da minha coleção quando posto. A marca deles é FUNKO, a linha é a Pop Vinyl. Eu comprei na Endossa, uma loja colaborativa que fica na Rua Augusta. Aqui em São Paulo, esses bonequinhos de outros personagens podem ser encontrados na Fnac, Livraria Cultura Geek, Loja Coleciona e alguns sites na internet, pra quem tem experiência com o eBay, lá tem muuuitos, mas há sempre o risco de a receita federal taxar aqui na entrada do Brasil 😦

A pantufa eu comprei na Ideal Shop, mas vi lá que não tem mais. No entanto, Hariana aqui achou outros lugares pra vocês comprarem: aqui, aqui e aqui. Nunca comprei em nenhuma das três, não tenho referências, mas um dos critérios que uso quando vou comprar numa loja virtual, é ver se aceita pagamento via PagSeguro e dou uma fuxicada no Facebook pra ver se tem registro de clientes satisfeitos!

Esse post foi grande, né? Espero ter ajudado alguém de alguma forma.

Beijos e uma semana tranquila e leve pra vocês!

Gostou do post? Me ajuda curtindo a página do blog aqui. Obrigada!

Os 38 e ½ de Maria com a delicadeza de Rita.

Ela é Maria Ribeiro, se o nome é estranho, talvez você lembre da mulher do capitão Nascimento em Tropa de Elite. Foi no cinema recentemente? Lembra dela em Entre Nós? Não? Vê novela? É a Danielle de Império! Você provavelmente já a viu, mas é Maria Ribeiro como Maria Ribeiro que eu adoro! A atual configuração do Saia Justa tem Maria sentada no sofá e já há alguns anos assisto esse programa adorando dividir a neura com Mônica, Bárbara, Astrid e Maria. Maria não é a intelectual, não é a blasé, não é a prendada, não é a mais moderna e também não é a mais conservadora. Ela não faz muito sentido e não tem o menor pudor ao dizer que lê revista de fofoca com a revista Piauí atrás pra esconder a capa. Ela é isso, esconde a capa e depois espalha isso pra quem estiver passando pelo GNT. Eu a sigo no Instagram e acho que sou amiga dela, facilmente chamaria ela para um café ou perguntaria “como estão os meninos?” se a encontrasse por aí na rua…

unnamed

Ela é gente como a gente e recentemente lançou um livro, sua primeira publicação como cronista. Eu indico o livro pra toda mulher que quiser bater um papo divertido que transita por todos os assuntos com alguém que se aceita como é com todas as incoerências. No livro ela fala do Caio, do Paulo, do Domingos, do Bento, do João, do pai, dos irmãos – todos os homens da vida dela. Fala em tom de fofoca gostosa que ninguém resiste sobre o Wagner Moura (seu parceiro de filme) e sobre o Rodrigo Hilbert. Fala sobre a terapia e faz chorar quando fala nostálgica sobre a infância e sobre o pai. Tem carta pra amiga do coração, tem carta aberta pro Caio – o Blat, seu marido. Tem o registro de várias fases da montanha russa de uma mulher de 38 anos e meio que depois de uns anos de terapia, uma separação, alguns tropeços e muito encontros (e desencontros), se aceita com todos os seus defeitos e é bem resolvida o suficiente pra expor pra quem quiser ver.

zmXNupYbMyknoH_UA8XYHz8eWkFo_lvm9wRwks4cQWU,Ho75K35aqt6Cf1k7KUf3Q5yqOCODRAluPWlwC149McI

Os 38 e meio da Maria não vão te enriquecer, você não vai terminar a leitura mais inteligente, mais culto ou mais politizado. A sensação é de ter acabado de conversar com uma amiga que há tempos não via e que precisava desabafar, é também a sensação de “ufa, sou normal!” diante de tantos questionamentos e confusões inerentes a nossa natureza feminina que ela divide com quem lê.

Maria Ribeiro tem meu respeito e admiração por ser quem é, não bastasse isso, ainda é documentarista e está finalizando o longa “esse é só o começo do fim das nossas vidas” sobre a última turnê da minha banda nacional preferida: Los Hermanos. ❤

O livro me apresentou pra uma artista incrível! Rita Wainer é a responsável pelas ilustrações lindas capa e interior do livro. Fui pesquisar sobre o trabalho dela e adorei o que encontrei. Ela é artista plástica, figurinista, estilista, ilustradora… Ou seja, Rita é arte! A capa do CD “A coruja e o coração” da Tiê é assinada por Rita também e é uma fofura!

RW-TiêGente boa realmente se cerca de gente boa! Adoro ver as referências de pessoas com quem me identifico, é sempre uma surpresa agradável… Eu já sabia que adoraria o bate papo com a Maria, mas não esperava que me apresentaria Rita e toda sua melancolia “coloridamente” agradável. Boas referências e bons artistas nunca são demais…

 

Rita e Maria,  muito obrigada por serem Rita e Maria!

 

 

Cafeína em “Cadê o meu café?”

Uma amiga semana passada me mandou uma ilustração sobre a bolsa de uma paulistana, me identifiquei tanto, gostei tanto e achei tão delicado que fui buscar mais sobre a autora e, então, todo um mundo de Cadê o meu café me foi apresentado. Pri Ferrari criou a personagem Cafeína pra expressar sentimentos através da arte e a vontade que tenho é de colocar todas as ilustrações dela aqui. Estou apaixonada ❤ selecionei as ilustrações com que me identifiquei e ó: foram muitas!

louça beyoncelimpeza

calor cade_o_meu_cafe_tpm pensando

cade_o_meu_cafe_exageradocade_o_meu_cafe_planetacade_o_meu_cafe_vidascade_o_meu_cafe_amorComo não se apaixonar pela Cafeína?

 

Divulgando talentos

O Instagram é uma rede maravilhosa que me fez conhecer muita gente bacana, algumas viraram amigas e outras eu sigo admirando no meu canto. Quero dividir hoje 3 talentos que conheci através dessa rede e que eu acho que todo mundo deveria conhecer e admirar também. A Marina escreve, o Lucas ilustra e a 18 elementos fotografa. O que eu amo sobre os três? O talento enorme, o evidente amor pela arte e o senso de estética inquestionável.

A Marina escreve, ela transforma frases, músicas e palavras em algo muito mais bonito, dá vontade de pedir pra ela escrever nosso nome e sair grudando por todo o lado!

10362106_257291064457271_80033111_n

A 18 elementos registra o amor! Uma empresa movida pelo coração e alimentada pelo sentimento verdadeiro dos outros, pura sensibilidade!

544930_799677226756932_6510297610998630188_n

O Lucas brinca com as cidades, transforma fotografias urbanas em artes quase lúdicas, a criatividade grita! Me divirto a cada postagem.

10683827_1493569810929674_1905893152_n

Espero que gostem e que eles tenham ganhado mais admiradores que os incentivem a nunca largar a arte.

Beijo!