Uma carta pra uma quase desconhecida

Eu queria que você não chorasse. Eu nunca te vi e ainda hoje não acredito que você tem só 1,55m. Eu queria que sua casa não estivesse a quase 100km da minha, queria passar aí depois do trabalho com um vinho, uma torta e umas horas pra gente jogar fora falando da vida que às vezes é bonita, mas que às vezes é uma merda mesmo. Queria dizer que andei por uns momentos ruins também, que minha prima também, minha mãe e muitas amigas também. Quero dizer que tá difícil pra muita gente e em muitas formas diferentes, mas quero dizer que vai ficar tudo bem. Que é difícil catar os pedaços que vão ficando pelo caminho, mas que sempre tem gente pra ajudar a catar. Que é difícil preencher o buraco no peito, mas ainda tem gente disposta a doar um pouco de si pra diminuir a falta que te transborda hoje. Parece que não vai passar e às vezes dá vontade que nem passe, porque sei que toda vez que uma ferida fecha por aí, outra se abre. Dá vontade de lidar com essa pra que ela fique e seja a última, porque às vezes cansa ter que lidar com feridas novas o tempo todo. Eu não quero te ver triste, mesmo que eu nunca tenha te visto. Algumas coisas não precisam ser físicas pra existirem. Sua dor vai passar, os dias vão passar, vai ficar mais frio nos próximos dias, mas depois vai esquentar. Em poucos meses chega a primavera e te quero ver florescer. Você tem olhos bonitos demais pra viverem molhados, ainda que eles tenham cor de mar. Te desejo calmaria e capacidade de ainda acreditar, ainda que o mundo pareça estar tentando te fazer desistir. Eu sei que está doendo, sei que você está cansada, sei que se questiona sobre sua profissão, sobre a vida, sobre o amor e não entende por que ainda insiste tanto. Você insiste porque é forte, porque mesmo que sinta dor, tem disposição pra tentar só mais uma vez. E quando dá errado, tenta só mais uma vez e, então, só mais uma. Espero que nunca pare de tentar, que siga em frente mesmo mancando. Você é transparente e mesmo virtualmente, apenas lendo teus desabafos por aí, sei que você é de verdade. Nosso contato geralmente tem o limite de 140 caracteres, mas hoje precisei de mais que isso pra te enviar apenas 9: vai passar.

tumblr_mssqsv5OIJ1r5c2fso4_500

Segue lá também: Instagram | Facebook | Twitter

6 comentários sobre “Uma carta pra uma quase desconhecida

  1. Thaís disse:

    É lindo como um texto destinado a uma pessoa pode cair tão bem pra outra completamente diferente, seus textos são assim! Eu precisava disso, obrigada ❤

  2. Robécia disse:

    Cativando desconhecidos ❤
    É um texto acolhedor, daquele que conseguimos nos imaginar em cada parte escrita, é um texto tão lindo… tão bom quanto respirar de alívio.

    Você me inspira Hari! Sei que não é perfeita e as vezes até discordo de certas coisas que diz, mas acredite a admiração é enorme e só cresce.
    Nesse mundo cada vez mais virtual, é importante frisar que sim não concordo com tudo que diz, mas sempre respeito e vejo seu ponto de vista e é ótimo saber que existem pessoas como você, de peito quente e que compartilha luz ❤

    Abraços,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s