Pra inspirar, pra não esquecer.

“Sei que vão dizer: ‘A burocracia, o trânsito, os salários, a polícia, as injustiças, a corrupção e o governo não nos deixam ser delicados.’. E eu não sei? – Mas de novo vos digo: sejamos delicados. E, se necessário for, cruelmente delicados.”

1343055843 5189757591_8ab40e1b3b_z che-guevara-cita-1 gentileza_gd tumblr_mbmyo21Cgw1ruqpcfo1_500

6 comentários sobre “Pra inspirar, pra não esquecer.

  1. Mayara disse:

    Pois é, e muita gente confunde tratar um assunto com seriedade com ficar sério. Seriedade com austeridade, preto com mau humor, força com brutalidade. Acho que nós, mulheres, principalmente, nesse processo de ter que expor nossa força pra conquistar espaços, nos esquecemos da delicadeza. [Os homens, então, já faz muito tempo que se esqueceram]. E, sabemos, delicadeza não é fragilidade, não é meiguice melosa. Por isso, gosto especialmente dessa frase do Che Guevara. Força, essa tão demandada na enxurrada dos dias, não se contrapõe à ternura.
    Cheio de ternura esse post, espalhando delicadeza por aí. Agradecida, Hariana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s