Eles não comem carne.

Boa noite, pessoal!

Há um mês minha irmã decidiu virar vegetariana e foi a partir disso que eu resolvi abordar o assunto aqui. Na verdade já conheço várias pessoas que são, já conversei sobre o assunto com algumas dessas pessoas e, apesar de eu não ser e realmente não imaginar a possibilidade de um dia virar, acho legal abordar o assunto aqui. Tenho certeza que muita gente quer/já quis e até mesmo já tentou. Resolvi, então, pedir pra quatro amigos darem seus depoimentos breves sobre o assunto! Acho que ouvir relatos de pessoas que vivenciam, de formas variadas, essa realiade de não comer animais.

Vou começar com o André que é radicalíssimo! Não come nada sequer derivado de animais, não come nada que vá leite, nada que tenha ovo, queijo e etc. Eu não consigo imaginar como isso é possível, mas ele garante que dá pra se virar bem!

foto 3

Vegetariano há quase 10 anos, ele conta como começou:

“Foram muitas coisas que me motivaram. Em meados de 2004, eu andava com ativistas pró-direitos dos animais e bandas veganas/straight edge. A turma que eu andava não me forçou a tomar nenhuma decisão, mas eu sempre me informava sobre. Frequentava muitos shows veganos com músicas, palestras e comida vegana… Em um belo dia cheguei em casa com meio quilo de texturizado de soja (parece carne moída), olhei para minha mãe e perguntei: “Como eu faço isso? Não quero mais comer carne”, ela respondeu “não sei” e se matou de dar risadas da minha cara. A partir daquele eu virei lacto-vegetariano, isso durou oito anos e de uns dois anos pra cá eu não como nada de origem animal (ovo, queijo, leite e etc…)”

O André ainda deu umas dicas pra quem quiser se informar sobre o assunto.

– O Guia Vegano – ajudou e ainda o ajuda até hoje

– O portal ViSta-se

– Pesquisas no Google.

– Palestras, ouvir as experiências dos palestrantes é estimulador.

O André. pra quem quiser, tem siteInstagram e Twitter.

foto 1O Thiago é vegetariano há um ano e meio e tudo começou com um péssimo almoço:

“Bem, a minha história é a seguinte: fui fazer um show em São Paulo, com minha extinta banda Les Pops, numa sexta-feira, dia 3 de setembro de 2011. Chegamos e fomos almoçar no Luna de Capri (uma cantina numa esquina da Augusta). O almoço era rodízio de massas acompanhado de frango à passarinho. Foi horrível. Fiquei com muito nojo da comida; o aspecto e o cheiro eram péssimos. Fui pro hotel e fiquei a tarde toda com uma sensação ruim, com aquela comida pesando no meu estômago. À noite, depois do show, fomos todos da banda ao Sujinho. Comentei com um amigo, que é vegetariano, sobre o meu péssimo almoço e resolvi dividir com ele uma porção de polenta com salada. Estávamos numa mesa grande e ficamos nós dois numa das pontas, conversando sobre vegetarianismo. Até aquele dia eu comia muita carne! E inclusive vivia perturbando esse meu amigo sobre a sua opção de ser vegetariano. Nessa conversa ele sugeriu que eu assistisse ao filme Terráqueos (Earthlings). Voltei para o Rio no sábado e assisti o filme no YouTube. Desde então, nunca mais comi carne.”

O Thiago dividiu com a gente as publicações que o ajudaram a entrar de cabeça nesse estilo de vida:

– O filme Terráqueos – Assista aqui 

– O documentário A Carne é Fraca – Assista aqui

– O livro Alimentação Sem Carne, do brasileiro Eric Slywitch – Compre aqui

Mais Thiago no Instagram, nesse site que publica algumas fotos e no Cafuné, cafeteria super charmosa que fica no Rio, alô cariocas, fica a dica!

foto 4A Flavinha, minha amiga querida, é vegetariana desde o dia 25/09/2011 – 22 dias depois do Thiago que sim, é namorado dela! Já conversamos sobre isso pessoalmente uma noite, mas pedi pra que ela me escrevesse e ela, prontamente, atendeu ao pedido. Tente resumir ao máximo, mas o depoimento dela foi tão completo que foi inevitável deixá-lo extenso:

“Eu nunca pensei em ser vegetariana, muito pelo contrário! Ia todo domingo em churrascarias, fazia frango em casa e frutos do mar eram minha perdição! Até que um dia um amigo do Thiago falou de um filme e um livro que tínhamos que ver… No começo do livro já fui ficando atenta, tentando evitar carne onde dava… No filme, não consegui passer dos 8 minutos, o Thiago viu tudo e passou dias em estado de choque, falando que eu tinha que ver. Adiei e vi um mais leve, li alguns livros e tomei a decisão de parar de comer carne, nunca mais consegui compactuar com esse comércio. Sempre cuidei da minha alimentação, da qualidade dos alimentos que consumo e me informar sobre a indústria da carne foi essencial para que eu não quisesse mais nada daquilo no meu organismo, a gente cresce aprendendo que comer carne é normal e acaba virando automatic, ir pro manual é o mais complicado. O primeio passo passo para tornar-me vegetariana, foi o conhecimento, ele é fundamental, quem toma a decisão sem o conhecimento, sempre cai na tentação de novo. Em resumo, foram 3 fatores que me motivaram: a saúde, os animais e o planeta.

Pela saúde: não há NADA presente na carne animal que a torne indispensável ao organismo humano. Tudo que precisamos de nutrientes são facilmente substituíveis por fontes vegetais. Em relação à mim, minha saúde só evoluiu!! Tinha enxaquecas crônicas, prisão de ventre, inflamações na garganta, cravos e outros probleminhas na pele.. Tudo isso constantemente.. Vivia assim, achando que era o meu natural. Desde que parei de comer animais eu NUNCA mais tomei antibióticos (tomava umas 5/6 vezes ao ano) e fiquei mais de um ano sem NENHUMA espinha. Enfim, é realmente surreal notar todas estas transformações em mim. Ninguém me contou, eu estou sentindo.

Pelos animais: é muita covardia, sofrimento, agonia, dor, falta de cuidado, sujeira, crueldade. não dá pra compactuar, não dá. O meu gato de estimacão nào é comida, ele é um ser, me faz companhia.. Eu nunca vou matá-lo pra comer, eu não preciso comer animais. tem muita gente que fala que “o ser humano é carnívoro desde os primórdios”. Mentira! O tigre é carnívoro! Carnívoro é quem mata pra comer e come ali mesmo, dilacera na hora com os dentes, se lambuza de sangue e come cru.. O homem precisa temperar, salgar e preparar a carne pra comer, come por prazer, não por necessidade.  Simplesmente não preciso comer outro ser, posso comer outras coisas que a natureza me oferece.

Pelo planeta: são dados muito técnicos pra explicar aqui, mas fiquei de boca aberta com o tamanho do consumo e do desgaste ao meio ambiente provocada pela criação, pela indústria em alta escala de produção de animais para o consumo humano – sim, porque eles nem nascem espontaneamente, eles são produzidos – quem se interessar, vai ficar de boca aberta e muito impressionado vendo os documentários.

Então, quando se sabe, quando se toma consciência, é simples, não dá mais vontade, você olha praquilo de outra forma.”

Além dos vídeos que o Thiago indicou, ela recomenda também o livro Comer Animais do Jonathan Safran Foer – esse confesso que me deu curiosidade de ler, um dos meus livros preferidos é deste mesmo autor! E inclusive, ela disse que a Natalie Portman linda vai fazer um documentário sobre o livro!

Tem mais Flavinha no Instagram, tem o site e tem também uma história linda aqui que ela contou pro César Ovalle no ano passado! ♥

foto 2

Por último, a Carol, a mãe mais linda da atualidade! haha depois do casal vegetariano e do André que é super radical, chamei a Carol que é uma “vegetariana” um pouco mais light, não come aves e nem carne vermelha há uma década, mas ainda consome frutos do mar.

“Eu só como carne de peixe e frutos do mar. Não como vermelha, nem frango e nenhum outro tipo há 9 anos. Comecei a parar de comer apenas carne de porco, porque amava o bichinho! Isso há uns 10 anos, daí depois de ano tirei o resto e até o peixe, mas depois de dois anos voltei a comer frutos do mar. Parei de comer por uma série de motivos. Eu tinha um amigo que não comia e um certo dia ele me monstrou uns videos e eu fiquei chocada e com muito nojo, dá dó demais dos animais… Na verdade eu acho super normal comer carne, não tenho nojo. Minha filha come e sou eu mesma quem faz. O que me irrita é a maneira como eles são tratados, como se fossem lixo! Isso me irritou muito, há uns tempos eu até comi um pedaço de bife, mas não gusto mais de carne mesmo, o cheiro até pode ser bom, mas a textura e o sabor não gosto mesmo… Então é isso, no começo fui motivada pelos animais e hoje em dia não tenho mais a necessidade da carne, substituo bem com peixes, hamburgers de soja… O que eu adoro nessa coisa de não comer carne é como somos criativos para a comida, a maioria acha que comemos coisas ruins e sem gusto, mas a mesa de um vegetariano é a mais saborosa.”

Tem mais Carol no Instagram. As indicações dela também foram os filmes “Terráqueos” e “A Carne é Fraca”, pelo jeito são obrigatórios pra quem quer entrar no vegetarianismo!

Bom pessoal, espero que tenham gostado e que o post tenha ajudado quem tem a vontade de aderir ao estilo de vida também. Queria só dizer que é preciso que a decisão seja feita por você e não pelos outros, não por imagem ou porque parece legal. Em todos os exemplos que apareceram aqui, a decisão veio de dentro, quando o corpo e a mente não conseguiam mais aceitar o consumo de carne. E outra coisa importante é o respeito, sua decisão é somente sua decisão e o melhor pra você, não necessariamente é o melhor pro outro.

Beijo pra vocês!

8 comentários sobre “Eles não comem carne.

  1. lovenblue disse:

    Sou vegetariana tem 4 anos, mas ainda como peixe, me identifiquei mais com a ultima. Acho lindo que para de comer carne pelos animais. O primeiro é muito esforçado, acho impossível viver sem leite, um dos meus maiores amores ahahah.
    Amei o post de hoje, continue assim. Boa noite.

  2. Tainah disse:

    Achei o seu blog, e amei. Achei o seu instagram, e amei mais ainda. Difícil passar uma sensação/sentimento tão bom por meio de fotos e palavras, você simplesmente consegue. Adorei esse post, especialmente. Parei de comer carne faz mais de um ano, e como foi dito pela Flávia só há melhoras tanto no corpo quanto na mente. Agora a parte difícil é conciliar isso com a minha faculdade. Faço Medicina Veterinária e estudo ao fundo todas as culturas de animais. O que se passam nos filmes é uma parte, uma pequena parte do que realmente acontece na indústria de alimentos de origem animal. Não sou radical nem nada, nem penso que parando de comer carne faço alguma diferença para a indústria, mas faz uma diferença enorme para mim. Muito legal o seu post e o seu blog. Um beijo.

  3. Gabriela disse:

    Bem legal sua iniciativa de fazer esse post pois muitas pessoas têm interesse de ler sobre o assunto.

    Sou vegetariana há 5 anos e nem decisão tomei, não pensei muito. Simplesmente vo um vídeo de 2 minutos no máximo sobre injeção de hormônios em frangos e isso foi o suficiente para que meu consumo se tornasse nulo da noite para o dia (literalmente).

    Concordo com o que você disse no final, sobre a decisão da pessoa ser somente dela. Não acho legal vegetarianos/veganos tentarem fazer “lavagem cerebral” nos outros para que iniciem a dieta, haha. Acho que isso deve ser natural de cada um.

    Sou feliz com minha escolha.

    Ótimo post!! Beijos =)

  4. beabyy disse:

    Que post incrivel! Eu amo os animais, já pensei em ser vegetariana várias vezes, tentei, mas foi tudo fracassado. Talvez quando eu tiver mais velha e com uma cabeça melhor, irei conseguir. Mas acho demais essa força de vontade dos vegetarianos. Não é fácil como parece ser.

  5. Giovana disse:

    Respeito totalmente quem escolhe seguir o vegetarianismo/veganismo, só acho hipocrisia usar isso como um “discurso político”. Acho que isso é uma escolha como qualquer outra e às vezes as pessoas acham que são mais nobres do que as outras por isso. Já vi gente que compartilha no facebook fotos de cachorros abandonados e adora expressar como são “eticamente corretos”, mas tratam a mãe não muito diferente do que o cão (!!) Claro que eu não estou dizendo que todos ou nem mesmo que a maioria dos vegetarianos faz isso, mas nós vemos vídeos e ouvimos histórias hediondas contra todo o tipo de pessoa e (quase) sempre nossa reação é um “que horror!” e logo esquecemos do que vimos. Como eu disse, respeito quem opta por isso e tenho certeza que essas pessoas se sentem melhor físico e emocionalmente, mas não acho certo pensar que é a melhor escolha para todo mundo

  6. Carla Mereles disse:

    Sou vegetariana há 2 anos e foi exatamente como muitos contaram, assistindo a vídeos e documentários sobre a indústria que gira em torno da pecuária e conversando com amigos que são vegan/vegetarianos/straight edge que decidi, por fim, decretar-me vegetariana. Sempre tinha em vista o vegetarianismo mas minha família sempre implicava dizendo que eu ia ficar anêmica e todos os blablablás que se houve sempre. Mas tenho uma alimentação super saudável, como outros alimentos que tem proteína e me sinto muito melhor – fisicamente também – depois que parei de comer carne. Acho que é uma escolha, acima de tudo, pessoal mas que todos deveriam se informar sobre os efeitos e consequências de toda a indústria que gira em torno da carne dos animais, enxergar a crueldade que é isso e o descaso que se faz para com isso. Achei o post interessantíssimo, parabéns!

  7. Ana Paula disse:

    Muito bom o tema do post.. sou vegetariana praticamente desde que nasci, não consigo me imaginar comendo carne nunca, tudo começou quando era criança, estava na fazenda com a família e vi uns animais sendo mortos na minha frente… e daqueles animais, foi feito o famoso churrasco, como era pequena não tinha essa noção de que aquilo que eu comia era um animal, mas depois dessa cena me traumatizei e nunca mais comi nenhum tipo de carne…
    Concordo com a Flavia de que não precisamos da carne para viver, vivo muito bem sem a 21 anos.
    Hoje fico muito feliz em ver que as pessoas estão cada vez mais conscientes e abertas para o vegetarianismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s