O bom da vida.

Lençóis brancos, velas, sorvete de menta, cheiro de livro novo, café, chá, iTunes, tênis, esmaltes vermelhos, cabelos escuros, sardas, travesseiro gelado, dias amanhecendo, feiras, frio, carros abrindo espaço para ambulâncias, cinema vazio, aromatizantes, Paris, cozinha arrumada, flores, fones de ouvido, canecas, cremes, sorine, língua francesa, abraço apertado, Macintosh, óculos, praia no inverno, shows em teatros, noites de sexta-feira, manhãs de domingo, croissant, chocolate, água mineral, fotografias, a risada do meu namorado, as mãos do meu pai, os pés da minha mãe, os olhos da minha irmã, família, cachorros, músicas com violões, cachecóis, cadernos, emagrecer, cartões, torta de maçã, feriados no meio da semana, livrarias, liquidação, beijo na testa, aeroportos, dar presentes, vento no rosto, rodovias, piscina em dias quentes, endorfina, trabalho reconhecido, sono até meio-dia, roupas novas, viagens, festas de fim de ano, crise de riso, edredons, google street view, chuva, caminhadas, suéters e moletons extra-grandes, downloads rápidos, havaianas, meias, banhos demorados, doce de leite, rímel, pés descalços, ad infinitum.

 

E tem gente que não é feliz.

6 comentários sobre “O bom da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s